Imposto de Renda: quais produtos são isentos da cobrança?

11/04/2019

Os rendimentos dos produtos de investimentos normalmente estão sujeitos à cobrança do Imposto de Renda, mas há exceções. Lembrando que a cobrança do imposto incide sobre os rendimentos, nunca sobre o valor aplicado.

Mas você sabe quais produtos são isentos? Pra começar, as Letras de Crédito Imobiliário ou LCIs são produtos investidos no mercado imobiliário. É como se o investidor tivesse emprestando dinheiro e ao final de um prazo estipulado, ele recebe de volta mais os juros. Além da isenção de IR, outra vantagem das LCIs é que o capital aplicado é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito, o FGC, até o valor de R$ 250 mil. Isso significa dizer que até esse valor, o risco dessa aplicação é praticamente zero.

Depois vêm as Letras de Crédito de Agronegócio ou LCAs. A única coisa que muda para as LCIs é que o destino dos recursos é o agronegócio, de resto, tudo igual.

As debêntures incentivadas são títulos emitidos por empresas privadas para captação de recursos usados pelo governo em obras de infraestrutura, como estradas e aeroportos. Funcionam do mesmo jeito que as LCIs e LCAs, porém não há garantia do FGC. E atenção: existem outros tipos de debêntures, mas só as incentivadas são isentas de IR.

Os dividendos de ações são justamente a divisão dos lucros de uma empresa entre os acionistas, ou seja, quem possui ações daquela empresa. Os ganhos de capital por meio desses dividendos são sempre isentos de IR.

Já o Certificado de Recebíveis Imobiliários, o CRI, e o Certificado de Recebíveis do Agronegócio, o CRA, também estão na mesma condição. Ambos são títulos de renda fixa e a rentabilidade é atrelada aos setores imobiliário e agrícola, respectivamente. Embora sejam isentos de IR, esses investimentos também não são garantidos pelo FGC e o prazo para resgate costuma ser maior.

O que é importante deixar claro é que só porque um investimento é isento de IR não significa que ele seja melhor que outros – como é o caso da poupança, isenta de IR, porém com uma rentabilidade tão baixa que nem é considerada um investimento porque não cobre a inflação. Saber como funciona Imposto de Renda sobre investimentos é importante, mas não pode ser determinante na hora de escolher. Um assessor de investimentos tem justamente a função de ajudar nisso e muitos outros fatores devem ser levados em consideração.

➡️ Siga a SHS nas redes sociais - Facebook, Instagram e LinkedIn - e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Foto: Depositphotos