Julho: confira as carteiras recomendadas para cada perfil

02/07/2021
notebook e caneta apoiados sobre papéis  com  diversos tipos de gráficos e alguns dólares

O mês de junho iniciou com a promessa de bons retornos com o Ibovespa batendo sua máxima histórica e ultrapassando a marca dos 130 mil pontos influenciado pelo cenário externo favorável, pela retomada da economia nacional e pelos avanços com as reformas em Brasília.

Entretanto, ao longo da segunda metade do mês, o Ibovespa entregou parte dessa alta, primeiro porque a moeda brasileira ganhou força e fez com que as exportadoras de commodities (correspondentes a uma boa parcela do Ibovespa) sofressem uma queda considerável. Depois, a reunião do Copom confirmou o ciclo de retomada de juros e o texto da Reforma Tributária com a proposta de taxar dividendos (tanto de empresas quanto de Fundos Imobiliários) não agradou.

No apagar das luzes do mês de junho, tivemos ainda notícias problemáticas em relação à nossa produção energética. A maior crise hídrica em anos pode provocar um racionamento e fez com que a tarifa especial (bandeira vermelha 2) aumentasse cerca de 50%, ameaçando a aceleração da retomada econômica.

Na Renda Variável global, os EUA tiveram um mês positivo, com o S&P atingindo máximas históricas. Já a Bolsa europeia ainda apresenta um crescimento desacelerado devido ao aumento de casos pela variante delta da covid.

PERFIL PRECAVIDO (CONSERVADOR)

A carteira recomendada representa a combinação sugerida pelos especialistas da XP mais a perspectiva atual do cenário macroeconômico visando a busca por retornos maiores com determinado risco e volatilidade.

No caso do perfil conservador, a busca por ativos com menor risco, sobressai à busca por retornos, com a preservação de capital sempre em primeiro lugar.

CLIQUE AQUI e confira a carteira recomendada pela XP para investidores conservadores, não-qualificados em julho.

PERFIL ESTRATEGISTA (MODERADO)

No caso do perfil moderado, há um equilíbrio maior entre a tolerância para a tomada de risco e a busca por retornos maiores.

CLIQUE AQUI e confira a carteira recomendada pela XP para investidores moderados, não-qualificados em julho.

PERFIL ENERGÉTICO (AGRESSIVO)

O portfólio da categoria agressiva tem mais apetite ao risco e, como consequência, maior sensibilidade ao cenário atual, apesar de sempre visar a proteção do capital no longo prazo.

CLIQUE AQUI e confira a carteira recomendada pela XP para investidores agressivos, não-qualificados em julho.

IMPORTANTE: Rentabilidade passada não é garantia de futuro.

➡️ Siga a SHS nas redes sociais - Facebook, Instagram e LinkedIn - e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Foto: Depositphotos