Bolsa para iniciantes: por onde começar e por que o momento é favorável

13/02/2019

O mercado de ações está bombando. Mas você sabe o que significa comprar uma ação e por que o momento é favorável pra isso?

A primeira coisa que a gente tem que entender é que tudo o que afeta a economia - e até o que parece fora, como assuntos políticos - afeta o mercado também. A gente costuma dizer que o mercado reagiu bem ou mal, com euforia ou tomou um tombo, mas por que isso acontece, o que influencia esse "humor" do mercado?

Então vamos supor que a economia de um país não está indo muito bem, aí os países vizinhos anunciam uma medida de socorro, onde se comprometem a comprar mais produtos de lá. Note: isso serve para entender também que o mundo está globalizado, ou seja, está tudo ligadinho, uma coisa depende da outra. Diante desse anúncio de socorro, o que que vai acontecer? A expectativa é de que as coisas vão melhorar, as empresas vão vender mais, vai entrar mais dinheiro e a economia vai girar, certo? Quem investe nas ações das empresas daquele país que estava mal das pernas tende a se animar, vai querer mais papéis e é aí que a Bolsa sobe, o mercado tem tudo pra reagir com euforia diante da notícia do socorro. O contrário também acontece, claro, esse é só um exemplo.

E o que significa comprar uma ação? Quando a gente diz que uma empresa tem capital aberto, significa que o seu patrimônio foi dividido em diversas cotas, ou seja, as ações. Ação é a menor parte do capital de uma empresa e quem compra se torna um investidor - ou sócio dela.

No cenário atual, o Brasil vive um momento ímpar no mercado financeiro devido às perspectivas positivas de governança pelos próximos quatro anos. O governo Bolsonaro demonstra ideias neoliberais, como a intenção de privatizações e as medidas de ajuste fiscal, que sopram a favor do mercado de ações.

O índice Ibovespa apresenta sinais evidentes de crescimento, só no mês de janeiro, a B3 ganhou 45 mil novos investidores pessoas físicas e em um ano, o crescimento é de 38%. Nunca na história do Brasil houve um momento tão oportuno para investir na Bolsa de Valores.

E por onde a gente deve começar? O primeiro passo é definir um objetivo, saber onde você quer chegar, como a compra de um imóvel, uma viagem dos sonhos ou mesmo uma boa reserva para a aposentadoria. Depois, procure uma corretora - que entre outras coisas - vai te ajudar a:

1 - Definir o seu perfil de investidor e dar o suporte necessário para entender o funcionamento da Bolsa;
2 - Escolher as ações de acordo com o seu objetivo;
3 - Fornecer relatórios de recomendação e informativos, ou seja, uma assessoria constante de especialistas sempre atentos ao mercado;
4 - Avisar sobre novos produtos, garantindo a diversificação dos seus investimentos;
5 - Informar sobre o recebimento de dividendos e outros bônus que as empresas pagam aos acionistas.

E na hora de escolher a corretora, nenhuma dúvida, XP e SHS na cabeça, certo? Entre em contato com a gente!

➡️ Siga a SHS nas redes sociais - Facebook, Instagram e LinkedIn - e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Foto: Depositphotos