10 mitos sobre investimentos que atrapalham quem está começando

21/11/2019

Que investimento não faz parte da cultura do brasileiro, isso todo mundo já sabe. Os números são absurdos quando a gente compara com países como os EUA, por exemplo, mas isso vem mudando pouco a pouco.

E como todo assunto que tá na boca do povo, é normal às vezes se deparar com alguns "mitos", o problema é quando eles são tão disseminados que viram uma quase "verdade", então fique ligado: quando o assunto é investimentos, cuidado, é facinho escutar informações falsas circulando por aí.

Dinheiro por si só já é um assunto que causa receio no brasileiro talvez pelo histórico de inflação e sucessivas crises econômicas que vivemos. Possivelmente foi a partir daí que surgiram os mitos do mercado financeiro, por isso é tão importante falar nesse assunto para esclarecer os pré-conceitos e revolucionar o modo como lidamos com ele, então vamos lá:

1) “Investir é só para ricos”

Investir nunca foi tão democrático como é atualmente, só que essa frase, certamente, faz muitos brasileiros desistirem. Isso acontece muito.

Devido ao processo conhecido como “desbancarização”, cada vez mais surgem empresas que ajudam as pessoas físicas a investir, como é o caso da XP Investimentos, pioneira no segmento. Hoje, com menos de R$ 40 já é possível investir em títulos públicos, por exemplo, considerados boas aplicações conservadoras e seguras no mercado, por contar com garantia do governo federal. Já para investir em fundos de investimento, com a XP você só precisa de, no mínimo, R$ 500, quantia relativamente baixa. Então, investir, definitivamente, não é só para ricos.

2) “Quem investe acumula dinheiro rapidamente”

Não crie muitas expectativas, acumular dinheiro é a premissa óbvia de qualquer investimento, mas isso não acontece da noite para o dia. Pelo contrário, para construir um bom patrimônio é preciso ter visão de longo prazo e colocar o tempo como seu melhor amigo.

3) “Há investimentos totalmente seguros no mercado”

Há, sim, investimentos de baixíssimo risco, por isso, quando você vai investir é necessário que responda algumas questões sobre seu perfil de investidor, uma espécie de teste, que é conhecido como Suitability. Na XP, após o enquadramento das respostas, os investidores são categorizados entre três perfis: conservador, moderado e agressivo.

Cada categoria tem o seu perfil de risco, para o conservador são aconselhados investimentos de risco mais baixo e para o agressivo, mais alto. O moderado é um meio termo entre esses dois perfis.

4) “A poupança é o investimento mais seguro”

NÃO! A poupança não pode ser considerada o investimento mais seguro por ter um risco de crédito relacionado a capacidade de pagamento do banco onde a aplicação foi realizada. Os depósitos têm proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para aplicações de até R$ 250 mil por instituição financeira e por CPF, mas o que passar desse valor, está fora da cobertura.

O FGC é, sim, um bom indício de segurança, mas esse tipo de garantia não é exclusividade da poupança. Existe uma série de outros investimentos que também são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), apresentam melhores rentabilidades e podem ter liquidez diária, como os Certificados de Depósito Bancários (CDBs), por exemplo.

Em regra, os investimentos considerados mais seguros do mercado são os títulos públicos do Tesouro Direto, pois o emissor é o próprio governo. Na ordem de bom pagador, o governo está na frente dos bancos e das empresas.

5) “Quem investe ou ganha muito ou perde tudo”

Para algumas pessoas, sobretudo as mais maduras, quando se ouve a palavra investir parece que é um tudo ou nada, dando a sensação de um verdadeiro cassino. Outro grande mito!

Mesmo que um investimento seja de grande risco, o prejuízo dificilmente será total. Por exemplo, quando ações se desvalorizam, os acionistas não necessariamente perdem todo o dinheiro.

Agora, investir na Bolsa de Valores é para poucos? Imóvel é sempre uma opção segura? É preciso conhecimento para prever o mercado? É verdade que o dinheiro investido fica preso e a pessoa não consegue usar, caso precise?

CLIQUE AQUI e confira a matéria completa no site da XP com os outros 5 mitos sobre o mercado dos investimentos.

➡️ Siga a SHS nas redes sociais - Facebook, Instagram e LinkedIn - e inscreva-se no nosso canal no YouTube.

Foto: Depositphotos